fbpx

Blog Nutrição e Saúde

Alimentação enteral e o direito de ir e vir

O direito de ir e vir é uma das máximas universais mais ouvidas. Tudo o que afeta a mobilidade, afeta também esse direito que é um sinal de liberdade, tão essencial para a vida humana. Quando pensamos em mobilidade para pessoas que fazem uso da alimentação enteral, é possível perceber que há alguns aspectos que atrapalham, principalmente quando se trata de alimentar-se em público.

Uma das questões que podem afetar a mobilidade de quem usa alimentação enteral é a necessidade de refrigeração. Alguns tipos de alimento indicado para uso via sonda podem estragar se não estiverem refrigerados, isso limita a quantidade de tempo que esta pessoa pode ficar fora de casa, uma vez que pular a refeição pode ter efeitos colaterais.

Em outros casos, o frasco também é um motivo pelo qual quem usa alimentação enteral deixa de se locomover. Considerando que, cerca de 36% das pessoas que fazem uso de alimentação enteral conseguem preparar o próprio alimento, é possível perceber que essa limitação está ligada quase exclusivamente à estrutura.

O Trophic Dose Única veio para mudar essa realidade. Como a caixinha conecta diretamente ao equipo, não precisa de frasco. Além disso, como ele vem na caixinha de 250ml, o alimento não estraga desde que seja mantido em temperatura ambiente. É trazendo essas novas possibilidades que o Trophic Dose Única aumentou a liberdade e a mobilidade de quem precisa.

Para falar sobre essa realidade e sobre essa mudança, a Prodiet escolheu a influencer Bella Mendonça como embaixadora do produto. Em suas redes sociais, ela mostra como uma pessoa que utiliza a dieta enteral pode viver a vida normalmente, do jeito que quiser. 🙂

Fique ligado em todas as novidades sobre alimentação enteral!  Veja também esse recado da Bella Mendonça sobre o Trophic Dose Única:

Instagram

Facebook

Linkedin

Youtube

POSTS RELACIONADOS