fbpx

Blog Nutrição e Saúde

Dieta MIND e a prevenção da demência

A nutrição tem sido considerada uma importante aliada na prevenção e progressão de diversas doenças, dentre elas as doenças neurodegenerativas e demências como a Doença de Alzheimer.

Durante muitos anos, pesquisas examinaram a relação entre os alimentos que ingerimos e seus efeitos sobre a saúde. Assim, alguns pesquisadores observaram que as dietas Mediterrânea e DASH (Abordagens Dietéticas para Parar a Hipertensão), além de atuarem contra as doenças cardíacas, fornecem proteção para a saúde cerebral.

Surgiu então a Dieta MIND (Intervenção Mediterrânea-DASH para Atraso Neurodegenerativo), uma intervenção nutricional que combina os princípios das duas dietas. 

Dieta Mediterrânea e DASH

A Dieta Mediterrânea é inspirada nos hábitos alimentares tradicionais dos países mediterrâneos, por isso foca em alimentos in natura e minimamente processados, incluindo vegetais, frutas, grãos, leguminosas, nozes e peixes. Além disso, pequenas quantidades de carne, ovos e laticínios, e uma quantidade modesta de álcool, também podem ser incluídas.

Já a DASH enfatiza frutas, vegetais e laticínios com baixo teor de gordura. Inclui grãos integrais, aves, peixes e nozes, mas é limitado em gordura (especificamente gordura saturada), carne vermelha, sódio, açúcares adicionados e bebidas açucaradas.

Dieta MIND

A fim de verificar se a Dieta MIND beneficiava, de fato, pacientes com Doença de Alzheimer uma pesquisa foi desenvolvida pela neurologista vascular Laurel J. Cherian, professora de Ciências Neurológicas do Centro Médico da Universidade Rush. Por volta de 5 anos, 106 sobreviventes de derrame cerebral participaram desse estudo, visto que tinham duas vez mais risco de desenvolverem algum tipo de demência após o derrame. O resultado mostrou que os pacientes que mais seguiram a Dieta MIND apresentaram um menor declínio cognitivo comparado àqueles que menos aderiram à dieta.

A Dieta MIND incentiva o consumo de muitos dos alimentos recomendados na Dieta Mediterrânea e DASH, mas com algumas particularidades. Quanto aos vegetais, são divididos em 2 grupos: folhas verdes e legumes, sendo importante consumir diariamente uma porção de cada grupo.

Já em relação as frutas, considera apenas o consumo dos berries, que são as frutas vermelhas como morango, amora, framboesa, mirtilo, entre outros, pois apenas esse grupo traria benefícios para a saúde cerebral, devido às suas propriedades antioxidantes.

Além disso, a dieta MIND também compartilha a recomendação de limitar carnes vermelhas, queijos, gorduras saturadas, grãos refinados, açúcares adicionados e frituras. O principal diferencial dessa estratégia é o foco nas recomendações diárias e semanais para alimentos e grupos de alimentos.

Pontuação da Dieta MIND

Essa dieta tem uma pontuação a ser acumulada, conforme a tabela abaixo. Por isso, você pode somar os pontos para verificar como está a sua adesão à dieta MIND e usá-la para cuidar da sua saúde cerebral.

 Alimentos e pontuação 0,5
ponto
1
ponto
Folhas verdes
(porções)
2 a 6 por semana Mais de 6 por semana
Legumes
(porções)
5 a 7 por semana Mais de 1 por dia
Frutas vermelhas -Berries
(porções)
1 por semana Mais de 2  por semana
Oleaginosas
(porções)
1/mês a
4/semana
Mais de 5  por semana
Azeite de Oliva Usar diariamente
Manteiga e margarina
(colheres sopa)
1 a 2
por dia
Não consumir diariamente
Queijos
(porções)
1 a 6
por semana
Menos de 1 por semana
Cereais Integrais
(porções)
1 a 2
por dia
Mais de 3  por dia
Peixe – não frito
(porções)
1 a 3
por mês
Mais de 1  por semana
Feijão e leguminosas
(refeições)
1 a 3
por semana
Mais de 3
por semana
Frango – não frito
(refeições)
1 por semana Mais de 2 por semana
Carne vermelha
(refeições)
4 a 6
por semana
Menos de 4
por semana
Fast Food
(vezes)
1 a 3
por semana
Menos de 1 por semana
Massas e doces
(porções)
5 a 6
por semana
Menos de 5
por semana
Vinho
(copos)
De 1 vez ao mês
a 6 por semana
Um por dia

 

Resultado

Mais de 8,5 pontos: pontuação alta
De 7 a 8 pontos: pontuação média
Menos de 6,5 pontos: pontuação baixa

A boa notícia é que pesquisadores da Rush University Medical Center classificaram a Dieta MIND como a dieta mais fácil de seguir. Além disso, a adesão moderada à Dieta MIND já resultaria em uma redução do risco de desenvolver a Doença Alzheimer. No entanto, quanto mais pontos, maior a adesão e, consequentemente, maior a prevenção contra as doenças neurodegenerativas


Fontes:
Equipe Científica Prodiet Medical Nutrition
Essential Nutrition. Em casa. Agosto 2020.
Correio Braziliense. Ciência e Saúde. Janeiro 2018.

POSTS RELACIONADOS