fbpx

Blog Nutrição e Saúde

Os Benefícios da Nutrição Ayurvédica

“Somos recriados a todo momento. Cada refeição que fazemos revela uma oportunidade de melhorar ou lesar a nossa saúde.”

A medicina Ayurvédica está deixando a Índia, de onde é originária há mais de 5 mil anos, para conquistar cada vez mais brasileiros. Com bases que pregam o equilíbrio e a harmonia como os caminhos para uma boa saúde física e emocional, a terapia está encontrando por aqui crescimento expressivo. Seu nome é derivado da palavra em sânscrito ayurveda, que significa conhecimento da vida (ayur = vida / veda = sabedoria).

De acordo com a nutricionista Anna Forceline, especialista em culinária natural, os benefícios da alimentação Ayurvédica são inúmeros. Para a medicina milenar Ayurveda, a alimentação quando equilibrada e em harmonia com o metabolismo individual de cada pessoa tem caráter preventivo e terapêutico. Na Ayurveda, cada pessoa apresenta um funcionamento metabólico diferente, digere e assimila os alimentos de maneira diferente. Anna explica que a alimentação Ayurvédica é estruturada de acordo com as funções metabólicas individuais portanto, se trabalha essencialmente com essas individualidades que são definidas com base na constituição psicofísica de cada indivíduo. De acordo com a Ayurveda, existem 5 elementos da natureza que se combinam para formar nosso organismo: éter, ar, fogo, água e terra.

A combinação destas energias sutis forma os humores biológicos, os Doshas (Prakritti) e organiza todas as funções físicas, emocionais e mentais que regem a vida. A partir do Dosha e de desequilíbrios existente a alimentação é direcionada, buscando sempre harmonizar esta combinação de energias.

Anna explica que a alimentação Ayurvédica cria uma consciência alimentar, levando a questionamentos pessoais sobre o que estamos consumindo, da maneira com que estamos fazendo nossas refeições e de como nosso corpo responde a diferentes alimentos e preparações. Esta consciência é criada como resultado da meditação e prática de Yoga, que favorecem o autoconhecimento.

De acordo com o Dosha e os sintomas individuais, a alimentação Ayurvédica utiliza de preparações culinárias específicas e especiarias visando uma melhor digestão e aproveitamento dos nutrientes, explica Anna Forcelini. Na Índia por exemplo, cada pessoa ou família tem seu próprio Massala (conjunto de especiarias que usam para temperar os alimentos). Essas especiarias além de aguçar o paladar e atuar na digestão, são ricas em compostos anti-inflamatórios e antioxidantes trazendo benefícios para a saúde em geral.

A alimentação Ayurvédica segue alguns preceitos da dieta Vegetariana Orgânica, pobre em alimentos industrializados, aditivos alimentares, açúcar refinado e produtos químicos como pesticidas. Preconiza o consumo de grãos integrais, sementes, leguminosas de fácil digestão como lentilha e grão de bico, bem como leite e derivados. É uma alimentação mais natural e com característica revigorante, aponta Anna Forcelini. Em termos de qualidade nutricional, uma dieta com menor teor de gorduras animais apresenta caráter menos inflamatório. Juntamente com o consumo aumentado de compostos antioxidantes provenientes dos alimentos naturais, traz benefícios principalmente na prevenção de problemas de saúde relacionados com a vida moderna.

Para assegurar o equilíbrio nutricional na alimentação Ayurvédica, Anna recomenda apostar em pratos coloridos e investir nos alimentos da estação. Uma refeição Ayurvédica deve conter os 6 sabores (doce, salgado, ácido, amargo, picante e adstringente) para ser completa e trazer plenitude. A atmosfera calma na qual as refeições são praticadas trazem benefícios também no aproveitamento dos nutrientes ingeridos, por serem melhor digeridos e absorvidos.

Anna explica que apesar da exclusão das carnes, os leites e seus derivados fornecem o aporte proteico, complementando outras proteínas vegetais. A Vitamina B12 também é fornecida pelos lácteos, sendo apenas preocupante no seguidores de dietas veganas (sem lácteos e ovos). As demais vitaminas e minerais são contempladas de maneira satisfatória por alimentos de fonte vegetal. Quando existe cuidado e dedicação com a alimentação, o padrão alimentar Ayurvédico fornece uma dieta completa e equilibrada em termos de nutrientes.

Com relação às restrições alimentares que envolvem uma dieta Ayurvédica, Anna explica esta relação com alimentos de característica Tamásica ou seja, que levam a apatia, inércia, confusão, ignorância e erro. São alimentos Tamásicos a carne, os ovos, a cebola, o alho, os cogumelos e fungos e as comidas fermentadas. Anna acrescenta que os alimentos com padrão Rajásicos podem levar a desejos, paixões, dores e inquietudes e também não são recomendados. Perfazem os que contenham cafeína (café, chocolate, chá) e excesso de temperos. Anna explica que estas restrições não levam a prejuízos nutricionais e a combinação de fontes vegetais de proteínas suprem as necessidades protéicas para a população em geral.

Nutricao_Ayurvedica

Com relação ao processo curativo no Ayurveda, Anna explica que o mesmo é dado através da rotina diária que inclui rituais para uma vida plena e saudável. São eles: meditação, exercícios e alimentação para harmonizar os humores biológicos (Doshas). Essa rotina diária é chamada de Dinacharya e através dela nos harmonizamos com nossa natureza e aquietamos nosso corpo e mente. O processo curativo também envolve fitoterapia, alimentação, massagem, yoga e meditação. A cura engloba os campos físico, mental e emocional de maneira integrada e exige paciência e dedicação.

POSTS RELACIONADOS