fbpx

Blog Nutrição e Saúde

APLV e Dieta Restritiva da Mãe

A APLV (Alergia à Proteína do Leite de Vaca) é uma reação do sistema imunológico às proteínas encontradas no leite, comumente diagnosticado em crianças, especialmente em bebês.  O diagnóstico é feito pelo médico, através de exames e observação dos sintomas que o paciente apresenta, como vômitos, náuseas, cólicas, alteração de funcionamento intestinal (diarreia ou constipação), dermatites, problemas respiratórios e emagrecimento.

Especialista em Nutrição Parenteral e Enteral pelo (SBNPE), Danielle Pazzetto Real afirma que após a confirmação da APLV, mudanças na dieta são necessárias, principalmente para a as mães que ainda amamentam. A mãe pode e deve continuar a amamentar seu filho, porém é necessária uma dieta especial, acompanhada por um nutricionista. A dieta deve ser baseada na exclusão de leite e derivados para que o tratamento seja efetivo.

Muitas vezes ocorre falha no tratamento pelo consumo de alimentos onde o leite ou seus derivados são utilizados nas preparações, ou são ingredientes de alimentos industrializados e o rótulo não é observado no momento do consumo.

Danielle Real aconselha as mães a seguirem uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, carnes (ave, peixe e boi), cereais e leguminosas. É importante que no momento do preparo dos alimentos não sejam utilizados os mesmos utensílios que foram usados para preparar alimentos com leite. Panelas, liquidificador, batedeira, colheres e todos os outros utensílios devem ser muito bem higienizados para que não fique nenhum resquício de leite que possa entrar em contato com a comida utilizada na dieta de restrição.

Alimentos industrializados como bolachas, pães, massas entre outros podem ser consumidos, desde que esses alimentos não contenham leite ou nenhum ingrediente à base de leite na composição. Antes da compra, é muito importante observar o rótulo e se certificar que não há presença destes alimentos na relação de ingredientes no rótulo. Qualquer alimento que possua os ingredientes listados a seguir no rótulo, pode conter leite de vaca portanto, não devem ser consumidos:

1. Caseína;

2. Caseinato;

3. Composto lácteo;

4. Lactoalbumina;

5. Lactoglobulina;

6. Lactose;

7. Lactulose;

8. Proteínas do soro de leite;

9. Whey Protein;10. Aroma de queijo;

11. Sabor artificial de manteiga;

12. Sabor caramelo;

13. Sabor creme de coco;

14. Sabor de açúcar queimado;

15. Sabor iogurte;

16. Sabor leite condensado;

17. Sabor queijo.

A dieta é uma grande aliada no tratamento da APLV. Normalmente, ela é indicada por um período médio de 6 meses. Com acompanhamento de um profissional especializado, a dieta deverá ter acompanhamento individual e deve ser prescrita analisando o quadro de cada paciente. Se a mãe decidir optar em seguir direitinho os conselhos dados pela nutricionista, é possível que a criança fique curada ainda na primeira infância.

POSTS RELACIONADOS