fbpx

Blog Nutrição e Saúde

HMB – uma substância ainda a ser muito estudada

O (B-hidroxi-B-metilbutirato), conhecido como HMB, é um metabólito potente da leucina, aminoácido essencial de cadeia ramificada. Mais tecnicamente falando, O HMB é produzido a partir do cetoisocaproato (KIC), um metabólico da leucina, pela ação da enzima KIC-desidrogenase, produzida naturalmente pelo corpo humano.

De acordo com a doutora Isabel Correia, professora titular de Cirurgia e Coordenadora do Centro de Extensão da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o HMB, em geral, é sintetizado quimicamente. “Mas pode ser encontrado em pequenas quantidades na toranja, uma fruta similar à laranja, na alfafa ou no bagre”, comenta.

Segundo a médica, o HMB é muito usado por atletas ou indivíduos para ganhar massa muscular, porém, de acordo com ela, haja questionamentos sobre este efeito. A substância ainda é indicada para idosos e pessoas debilitadas. “Alguns estudos apontam para o provável benefício na dosagem de até 3g/dia. Assim, indivíduos idosos, por exemplo, com doença associada, seriam os potenciais beneficiários”, explica. Contudo, de acordo com a profissional, isoladamente, a substância não tem benefício. “Em conjunto com atividades físicas ou fisioterápicas, adequada nutrição, pode auxiliar na recuperação e tratamento de pacientes idosos e debilitados.”

A professora ainda conta que, infelizmente, ainda não há muitos estudos em humanos sobre os efeitos do HMB. “Os princípios em modelos experimentais, principalmente de animais com câncer, têm mostrados bons resultados, mas precisamos de mais estudos. Acredito que haja realmente benefícios deste metabólico, cujo efeito colateral em dosagem sugerida, não são relatados”, finaliza.

POSTS RELACIONADOS