0800 702 8845 / (41) 3342 2825

BLOG PRODIET

Tratamento para Menopausa: melhorando a qualidade de vida com suplementação de vitamina D e cálcio

Tratamento para Menopausa: melhorando a qualidade de vida com suplementação de vitamina D e cálcio
Projetado pelo Freepik

Com data certa para começar, a menopausa é marcada pela última menstruação da mulher e pode ocorrer a partir dos 50 anos em condições típicas do organismo feminino, salvos os casos de menopausa precoce.

A partir deste período, ou até mesmo antes dele, quando as menstruações se tornam irregulares, o corpo da mulher começa a passar por mudanças que a acompanharão pelo seu último terço de vida. Além dos sintomas mais conhecidos, como o calorão e calafrios, diminuição da libido e até mesmo depressão, é comum que a osteoporose (quando o desgaste da massa óssea é superior a 25%) seja presente nessa nova fase da vida feminina.

Isso porque, após a menopausa, a produção de estrógeno no corpo feminino diminui. No entanto, alguns estudos sugerem que há tratamentos para a menopausa que podem contribuir para a melhora da qualidade de vida das mulheres. É o caso da suplementação de cálcio aliada à suplementação de vitamina D (ela aumenta a absorção do cálcio).

De acordo com um estudo realizado na China, mulheres que passaram por um processo de suplementação com 0,25 mg/dia calcitriol e 600 mg/dia de cálcio, durante dois anos, tiveram uma potencialização da força muscular, do desempenho físico e do estado de saúde, juntamente com uma supressão dos níveis de marcadores de renovação óssea e de hormônio paratireoidiano (PTH).

Tratamento da Menopausa e alívio dos sintomas

Em relação aos sintomas mais comuns, outro estudo, participante da Iniciativa de Saúde da Mulher, constatou que as suplementações de vitamina D e cálcio não contribuem para o alívio das ondas de calor, instabilidade emocional ou problemas relacionados ao sono.

Nos casos de osteoporose, a suplementação de vitamina D é necessária devido à capacidade diminuída do fígado e dos rins nessa fase da vida, por onde a vitamina passa para ser absorvida pelo organismo. A exposição ao Sol diariamente por alguns minutos pode ajudar nesse processo.

Nesse período, é comum que mulheres sofram fraturas nos ossos por conta da diminuição da massa óssea. Praticar exercícios físicos também contribui para prevenir ossos quebrados, fortalecendo a musculatura e protegendo o esqueleto. Fazer caminhadas, nadar e levantar peso (com orientação profissional), são boas dicas.

Alimentação na menopausa

Além das suplementações que podem auxiliar no combate aos efeitos da osteoporose, é importante investir em uma dieta rica em vitamina D e cálcio. Esses nutrientes podem ser encontrados em alimentos e bebidas como iogurte, leite, leite de soja, salmão, sardinha, suco de laranja, atum e espinafre.

Você tem dúvidas sobre o tema? Quer contribuir com mais informações e nos ajudar a disseminar conteúdos sobre saúde? Comente, compartilhe e participe dessa rede de informação.

Fontes:

Este post foi útil? Sim Não

POSTS RELACIONADOS