0800 702 8845 / (41) 3342 2825

BLOG PRODIET

A importância do Nutricionista no tratamento oncológico

A importância do nutricionista no tratamento oncológico

Você sabia que a nutrição está diretamente associada à qualidade de vida do paciente com câncer? Isso porque, em qualquer tipo de câncer, uma das principais consequências da doença acaba sendo a desnutrição.

Esse problema é causado por diversos fatores, como as alterações metabólicas que o tumor causa, o aumento da necessidade calórica causado com o avanço da doença, a diminuição da ingestão de alimentos e até mesmo os próprios tratamentos antineoplásicos, pois alteram diversas funções biológicas de forma profunda. Por isso, é fundamental para esses pacientes contar com o acompanhamento de um nutricionista oncológico.

Complicações ligadas à nutrição

Uma das complicações mais comuns em estados avançados do câncer é a síndrome de anorexia-caquexia.

Caquexia

A caquexia é uma síndrome que provoca perda progressiva e constante da massa magra esquelética do paciente (pode ser acompanhada ou não da perda de massa gorda). Essa perda não pode ser completamente revertida através de suporte nutricional convencional e faz com que o paciente perca sua capacidade funcional. Aproximadamente 20% do total de óbitos relacionados ao câncer é devido à caquexia.

Quando diagnosticados, muitos pacientes já apresentam perda considerável de peso. Em pacientes com câncer maligno de pulmão e gastrointestinais, a severidade e a frequência da desnutrição são muito maiores. Além dos fatores gerados pela própria doença, o tratamento do câncer também pode ajudar na piora do estado nutricional, pois interfere na ingestão de alimentos.

Boa parte dos remédios utilizados na quimioterapia, por exemplo, causam efeitos colaterais como vômitos, náuseas, diarreia e feridas na boca, além de dificuldades com a temperatura do alimento e na sua ingestão.

Sarcopenia

Pacientes oncológicos podem sofrer ainda com a sarcopenia (perda de massa muscular), que pode estar acompanhada da perda de força e de função cognitiva. As diversas condições geradas pela doença muitas vezes acabam se sobrepondo nos pacientes oncológicos, tornando seu estado nutricional ainda mais grave, comprometendo sua qualidade de vida e suas chances de recuperação.

Importância do nutricionista oncológico no tratamento do câncer

Como é possível notar, a nutrição é um fator determinante para a qualidade de vida dos pacientes oncológicos, já que busca reduzir os impactos da doença no organismo e estabilizar o estado nutricional do indivíduo. Além disso, estão associados a ela outros aspectos relevantes no tratamento da doença e na vida do paciente, como os fatores físicos, psicológicos e sociais.

O nutricionista oncológico é um profissional qualificado para ajudar a minimizar o impacto recebido pelo seu organismo com a doença e com o tratamento.

Seu acompanhamento permite que o paciente tenha um organismo tão saudável quanto possível através de uma dieta equilibrada e individualizada, diminuindo desconfortos que podem surgir na alimentação devido aos efeitos colaterais e aumentando consideravelmente as chances de eficácia do tratamento. Afinal, um corpo mais saudável tem muito mais chances de suportar as dificuldades do tratamento e combater e vencer a doença. Por isso, não abra mão do acompanhamento de um nutricionista oncológico.

Gostou de saber mais sobre a importância do nutricionista oncológico no tratamento de pacientes com câncer? Então comente dizendo o que achou!

 

Este post foi útil? Sim Não

POSTS RELACIONADOS